Projecto


Este concurso decorreu no âmbito de uma parceria entre os Projectos PES e PNL, com o objectivo comum de promover hábitos saudáveis de leitura e alimentação, destinando-se à elaboração de cartazes informativos e promocionais. 

Os prémios foram atribuídos por 5 escalões:

  • Escalão A: Pré-Escolar – Jardim Infância do Seixal: Educadora Isabel Silva

 

  • Escalão B: Sala da multideficiência – professoras Ana Paula Dias e Lurdes Joaquim

 

  • Escalão C: 1º Ciclo – Escola 1º Ciclo  da Zambujeira: professores Isabel Santos e Miguel Alves

 

  • Escalão D: 2º Ciclo – Francisco da Graça Marques, 5º A, professora Susana Castro

 

  • Escalão E: 3º Ciclo – Mariana Gomes, 7º A, professora Mafalda Gamboa

 

Os premiados de cada escalão receberam livros e uma peça de fruta, para que possam ler e saborear uma peça de fruta!

Anúncios

O regresso às aulas é um momento de azáfama quer para alunos quer para professores.Todos os anos verificamos que muitos dos problemas persistem, levando os actores deste cenário a confrontarem-se com possíveis soluções.
No nosso caso, com a formação do Mega Agrupamento, terá sido uma abertura com muitas questões e problemas nunca pensados para resolver. Com esta nova realidade, vamos adaptando, caminhando e conhecendo…

A primeira prova da modalidade Ambiente à Prova decorreu no dia 14 de Janeiro de 2010 em 567 escolas de todo o país. A participação dos jovens nas XV Olimpíadas do Ambiente anos foi muito superior aos anteriores. Cerca de 31.235 alunos, do 7 º ao 9 º ano de escolaridade, de 499 escolas realizaram a prova da Categoria Júnior. Enquanto 9700 alunos, do 10 º ao 12 º ano, de 246 escolas Participaram na categoria Senior. Ambicionando marcar presença na Final Nacional, passaram à fase seguinte 1797 alunos do 3 º ciclo e 1029 do ensino secundário.

Na nossa Escola passaram para a fase 2 ª, que se realizou no dia 4 de Março, os alunos:

Ruben Nunes, 9 º C

Carolina Oliveira, 9 º B

Max Pereira, 9 º A

Aguardamos pelos resultados.

As Olimpíadas do Ambiente Constituem um dos mais importantes e ambiciosos projectos de Educação Ambiental a nivel nacional. Fazem parte da Comissão Organizadora das XV Olimpíadas do Ambiente, elementos da Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa, da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza e do Zoomarine.

O projecto conta com o Alto Patrocínio da Presidência da República, assim como o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian e das Águas do Algarve.

No dia 10 de Dezembro foi dinamizada uma acção de sensibilização/ esclarecimento para os Encarregados de Educação, Pais, Professores Educadores dos Agrupamentos de Escolas D. Lourenço Vicente, D. Joana de Castro, Ribamar e Escola Secundária.

Foi orador o Dr. João Pedro Tomaz, médico de Saúde Pública do Centro de Saúde da Lourinhã.

Seguiu-se um debate em que os presentes colocaram diversas questões pertinentes.

O suporte informático apresentado é publicado aqui para consulta dos conteúdos apresentados.

 No ano anterior o Agrupamento de Escolas e Jardins-de-Infância D. Lourenço Vicente promoveu um concurso de marcadores, que envolveu todos os alunos do Pré-Escolar ao 3º Ciclo, no âmbito do Projecto de Educação para a Saúde e do Plano Nacional da Leitura. Esta actividade permitiu que todos os diferentes ciclos participassem de uma forma envolvente num projecto comum. A participação foi muito positiva e dado o número elevado de marcadores a concurso, na altura, não foi possível fazer uma exposição dos mesmos. Este ano lectivo foi realizada uma exposição, que esteve patente do dia 2 a 13 de Novembro, no centro de exposições Dr. Afonso Rodrigues Pereira.

Foi possível que todas as escolas do Agrupamento a tivessem visitado.Fica o registo fotográfico…

diospiro

O diospiro é o fruto das árvores do género Diospyros e é originário da China. A coloração pode apresentar-se desde amarelo – alaranjado até um laranja escuro. Normalmente, o pedúnculo (o “caule”) e o cálice do diospiro formam uma espécie de capuz e permanecem acoplados ao fruto depois da colheita, sendo facilmente removidos quando o fruto amadurece.

Habitualmente, o diospiro tem um elevado conteúdo de taninos, o que faz com que os frutos não amadurecidos sejam adstringentes e com sabor amargo.

Informação nutricional

O diospiro é constituído principalmente por água, tal como a maioria das frutas. É rico em hidratos de carbono, sobretudo frutose, o que determina o seu valor energético moderado e o sabor doce. Tem quantidades moderadas de fibra solúvel, denominada pectina, de carotenos (pro-vitamina A) e de potássio.

Tabela de composição nutricional (100g de porção edível)

  Diospiro
Energia (kcal) 58
Água (g) 82,6
Proteína (g) 0,6
Gordura (g) 0
Hidratos de carbono (g) 14,8
Fibra (g) 1,5
Caroteno (μg) 177
Potássio (mg) 228

μg = microgramas e mg = miligramas. Porção Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios.

Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006, pág. 94-95

Vantagens e desvantagens

Devido ao seu elevado teor de hidratos de carbono, principalmente daqueles com absorção rápida, o consumo de diospiro deverá ser moderado pela natureza energética e pelas alterações de glicemia (nível de açúcar no sangue) que podem provocar.

Quando a pectina, uma fibra solúvel encontrada nas frutas, chega ao intestino sofre um processo de fermentação que liberta ácidos gordos de cadeia curta. Estes são responsáveis pelos efeitos benéficos para a saúde, nomeadamente no controlo da glicemia e dos níveis de colesterol no sangue, ajuda no processo inflamatório na parede do intestino e promove uma flora intestinal mais saudável.

O potássio é importante para a tensão arterial, para o equilíbrio dos fluídos do corpo e para a contracção muscular. Tem um leve efeito diurético pelo seu conteúdo em água e potássio, que poderá ser benéfico no caso de gota e hipertensão arterial ou em caso de perdas excessivas de potássio, como durante a utilização de diuréticos. É desaconselhado em casos de insuficiência renal, visto que nesta condição o consumo de potássio é restrito.

Tem na sua composição carotenos que irão ser transformados em vitamina A depois de absorvidos pelo organismo. A vitamina A é um componente dos pigmentos visuais responsáveis pela recepção de luz na retina dos olhos. Além disso, é importante para uma pele saudável, no crescimento, desenvolvimento ósseo e para a reprodução.

Como comprar e conservar

Escolha diospiros que ainda conservem o pedúnculo e o cálice. Manipule com cuidado porque tem uma pele muito sensível a danos físicos. Poderá optar por comprar o fruto ainda duro e deixar amadurecer em casa, visto que o processo de amadurecimento é rápido e pode ainda ser acelerado se for colocado junto de outras frutas, como a banana. Evite os danos na pele e o amadurecimento excessivo porque nessa altura a pele tende a quebrar-se e poderão desenvolver-se assim bolores na superfície.

1ano_1

Há um ano este blog foi criado.

Não sabíamos qual o caminho que iríamos percorrer, mas tínhamos a certeza do objectivo: mais uma forma de comunicar, ensinar, partilhar e de “abrir” a Escola/Agrupamento à comunidade.

Mas fomos mais longe!

Temos muitos amigos virtuais pelo Mundo e que estão ligados a nós…

Parabéns a todos os que contribuíram para que este Projecto crescesse…

Continuaremos a “Crescer com Saúde”!!!!

Página seguinte »